ç

O que você está procurando?



Fechar

Carregando...

Insumos e equipamentos para diagnóstico - Conjunto De Coloração Ziehl Neelsen 3 Frascos 500 ml Newprov

Produto disponível
REF: 2898
R$ 79,50
caminhao Calcular prazo e entregas
 
Ver mais formas de pagamento
Parcelas Valor parcela Valor total
à vista R$ 79,50 R$ 79,50
3b6a464a_37c7_44f9_ac07_06d6459d5e56_jpeg_1354523686

Informações detalhadas sobre o produto

Conjunto de corantes para pesquisa de bacilos álcool-ácido resistentes

NOME TÉCNICO
CONJUNTO PARA COLORAÇÃO DE ZIEHL – NEELSEN

APRESENTAÇÃO
Conjunto de coloração Ziehl Neelsen: Composto de 1 frasco de Fucsina Fenicada de Ziehl Neelsen com 500 mL, 1 frasco de Descorante para B.A.A.R com 500 mL e 1frasco de Azul de Metileno para Ziehl Neelsen com 500 mL – Cód. PA188.
Azul de metileno para Ziehl Neelsen frasco c/ 500 mL - Cód. PA183
Descorante para BAAR frasco c/ 500 mL - Cód. PA193
Fucsina fenicada de Ziehl Neelsen frasco c/ 500 mL - Cód. PA197

COMPOSIÇÃO
Fucsina fenicada seg. Ziehl Neelsen (1%) : Fucsina básica: 10 g/L; Fenol fundido: 50 mL/L; Álcool etílico: 100 mL/L; Água purificada: 850 mL/L.
Descorante para Ziehl ou Descorante para B.A.A.R. (3%): Ácido clorídrico: 30 mL/L; Álcool etílico: 970 mL/L
Azul de metileno concentrado (0,3%): Azul de Metileno: 3 g/L; Fenol fundido: 50 mL/L; Álcool etílico: 100 mL/L; água purificada: 850 mL/L

ARMAZENAMENTO
Conservar o produto em temperatura ambiente (10 a 30º C).
Válido por 720 dias após a fabricação.
Verificar o prazo de validade na embalagem.
Nunca utilizar produtos com validade expirada.

TRANSPORTE
Transportar o produto em temperatura ambiente (10 a 30º C).

CUIDADOS ANTES DO USO
Por tratar-se de material biológico, manusear o produto utilizando equipamentos de proteção individual (luvas, avental e máscara).

MATERIAIS E EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS NÃO FORNECIDOS COM O PRODUTO
Alça bacteriológica, bico de Bunsen, lâminas de microscopia, papel de filtro e lamparina a álcool.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

- FINALIDADE
A coloração de Ziehl-Neelsen baseia-se na capacidade de algumas bactérias (micobactérias e actinomicetos) resistirem aos métodos comuns de coloração devido à composição altamente lipídica da parede celular. Após um processo de coloração especial, a quente, uma vez coradas, não sofrem ação de descorantes fortes, como a solução de álcool-ácido. Desta forma, a fucsina de Ziehl cora todas as bactérias de vermelho, e após a descoloração com álcool-ácido, somente os bacilos álcool-ácido resistentes (B.A.A.R.) conservarão esta cor. Para facilitar a visualização cora-se o fundo com azul de metileno, estabelecendo-se um contraste nítido entre elementos celulares e outras bactérias (azuis) e os B.A.A.R (vermelhos).

- AMOSTRA
Materiais clínicos de casos suspeitos de tuberculose pulmonar ou extra-pulmonar, tais como: escarro, lavado brônquico, lavado gástrico, urina, líquidos corporais estéreis (líquor e líquidos pleural, peritoneal, pericárdico e sinovial), fragmento de biopsia e secreção purulenta.
Materiais clínicos de casos suspeitos de micobacterioses atípicas (biopsias, secreções purulentas).

- TÉCNICA DE USO
1. Colocar as lâminas (no máximo 12 de cada vez) com o esfregaço voltado para cima, sem encostar umas nas outras;
2. Cobrir com a Fucsina fenicada, todo o esfregaço de cada uma das lâminas;
OBS.: Se houver necessidade pode-se filtrar a Fucsina fenicada, na hora do uso, para retirar os cristais que se formam quando a mesma está em repouso.
3. Acender uma lamparina ou bico de bunsen com fogo baixo;
4. Passar a chama lentamente por debaixo das lâminas até que ocorra a emissão de vapores visíveis. Retirar imediatamente a chama para evitar que a Fucsina fenicada ferva;
5. Marcar o tempo de 5 minutos assim que ocorrer a primeira emissão de vapores, e repita o processo mais duas vezes. Isso significa que, ao todo, devese passar três vezes a chama lentamente até a emissão de vapores e essa
operação deve durar 5 minutos, a contar da primeira emissão de vapores;
6. Inclinar cada uma das lâminas e derramar a Fucsina fenicada na pia;
7. Abrir devagar a torneira até obter um filete de água corrente para lavar as lâminas;
8. Deixar o filete de água cair em cada lâmina para que escorra suavemente sobre o esfregaço até eliminar todo o corante; 9. Lavar também o lado oposto ao esfregaço de cada lâmina para eliminar a Fucsina fenicada ali depositada, se necessário
passar uma gaze para retirar a fuligem do fogo, aderida no lado de baixo da lâmina;
10. Colocar cada lâmina novamente no suporte com o esfregaço voltado para cima;
11. Cobrir completamente cada lâmina com o Descorante e esperar 1 minuto;
12. Segurar cada lâmina pela borda, inclinar e derramar a solução descorante na pia;
13. Deixar o filete de água corrente cair em cada lâmina para que escorra suavemente sobre o esfregaço e eliminar o Álcool-Ácido.
14. Verificar se os esfregaços ficaram descorados. Considera-se descorado o esfregaço que apresentar coloração esbranquiçada ou levemente rosada.
OBS.: Os procedimentos de 11 a 13 não devem ultrapassar 3 minutos, considerando os esfregaços de todas as lâminas que estão sendo descoradas.
15. Cobrir o esfregaço de cada uma das lâminas com o Azul de Metileno e esperar 30 segundos;
OBS.: Se houver necessidade pode-se filtrar a azul de metileno, na hora do uso, para retirar os cristais que se formam quando a mesma está em repouso.
16. Segurar, com uma pinça anatômica e pela borda, inclinar cada lâmina para derramar o Azul de Metileno na pia;
17. Deixar cair um filete de água corrente em cima da lâmina para que escorra suavemente sobre o esfregaço até eliminar todo o Azul de Metileno;
18. Girar cada lâmina e lavar também o lado oposto ao esfregaço para eliminar o
Azul de Metileno depositado ali.
19. Colocar cada uma das lâminas em pé, para secar.

LEITURA E INTERPRETAÇÃO DOS RESULTADOS
Proceder à leitura com objetiva de imersão. Os bacilos álcool-ácido resistentes aparecem como bastonetes finos vermelhos, isolados ou agrupados, frequentemente encurvados e nodulados, sobre fundo azul.
Critérios para leitura e interpretação dos resultados da baciloscopia de escarro, após concentração ou não, corada pelo Método de Ziehl-Neelsen
QUANDO:
Não são encontrados BAAR em 100 campos = relata-se o resultado como NEGATIVO;
São encontrados de 1 a 9 BAAR em 100 campos = relata-se apenas a quantidade de BAAR encontrada
São encontrados de 10 a 99 BAAR, em 100 campos = relata-se o resultado como POSITIVO +;
É encontrada em média de 1 a 10 BAAR por campo, nos primeiros 50 campos observados = relata-se o resultado como POSITIVO ++;
É encontrada em média mais de 10 BAAR por campo, nos primeiros 20 campos observados = relata-se o resultado como POSITIVO +++.
Adaptado de: Brasil. Ministério da Saúde. Coordenação Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids. Manual TELELAB. Tuberculose – Diagnóstico Laboratorial – Baciloscopia. Brasília.
2001.
Critérios para leitura e interpretação dos resultados da baciloscopia a partir de outras amostras clínicas, após concentração ou não, corada pelo Método de Ziehl-Neelsen
QUANDO:
Não são encontrados BAAR no material examinado = relata-se o resultado como NEGATIVO
São encontrados BAAR em qualquer quantidade, no material examinado = relata-se o resultado como POSITIVO
Adaptado de: Brasil. Ministério da Saúde. Coordenação Nacional de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids. Manual TELELAB. Tuberculose – Diagnóstico Laboratorial – Baciloscopia. Brasília.
2001.

DESCARTE DO PRODUTO E DA AMOSTRA
Descartar o produto e a amostra de acordo com o programa de gerenciamento de resíduos do laboratório.
* Para o produto sem contato com a amostra seguir o plano de gerenciamento de resíduos químicos.
* Para a amostra e produto com amostra seguir plano de gerenciamento de resíduos infectantes ou possivelmente infectantes.
* Após incubação o produto deverá ser autoclavado a 121º C por 30 minutos e descartado em lixo apropriado.

Produto Indicado para uso profissional em: Hospitais, Ambulatórios, Laboratórios, consultórios e Clínica

REGISTRO NO MINISTÉRIO DA SAÚDE:
10287910054

Fabricante
Newprov